Conteúdos > Notícias

Ao consumir madeira: Exija o DOF

Publicado em 16 de Fevereiro de 2021
O Documento de Origem Florestal (DOF), instituído pela Portaria MMA nº 253, de 18 de agosto de 2006, constitui uma licença obrigatória para o transporte e armazenamento de produtos florestais de origem nativa, inclusive o carvão vegetal nativo. A emissão do DOF e demais operações são realizadas eletronicamente por meio do sistema DOF, disponibilizado pelo Ibama, sem ônus financeiro aos setores produtivos e empresariais da base florestal.

A Instrução Normativa Ibama nº 21, de 24 de dezembro de 2014, alterada pela Instrução Normativa Ibama nº 9, de 12 de dezembro de 2016, trazem os critérios e procedimentos de uso do DOF, válida para todos os estados da federação que o utilizam.

Frise-se que os estados que utilizam sistemas próprios, como é o caso de Mato Grosso com o Sisflora/MT, devem atender às disposições constantes no anexo da Resolução Conama nº 379, de 19 de outubro de 2006. Clique aqui e saiba mais sobre a integração dos sistemas de controle da madeira.

Em outras palavras, o DOF é uma ferramenta que integra os documentos de transporte florestal federal e estaduais, em Mato Grosso a Guia Florestal (GF), cujo objetivo é de controlar e monitorar a exploração, transformação, comercialização, transporte e armazenamento dos produtos e subprodutos florestais de origem nativa.

Para o consumidor, exigir o DOF aos fornecedores de madeira é um meio garantido de assegurar a origem legal da madeira, seja ela bruta ou processada. Controlar a origem da madeira que você utiliza também é a forma correta de conservar as florestas em pé, uma vez que a madeira nativa colhida por meio do Manejo Florestal Sustentável tem como pilar principal a manutenção da biodiversidade pela conservação da vegetação e fauna nativas.

Consumidor consciente adquire madeira oriunda de Manejo Florestal Sustentável e exige o DOF!