Conteúdos > Notícias

5 DE JUNHO - DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

Publicado em 05 de Junho de 2021
Com o objetivo de sensibilizar a opinião pública à reflexão sobre a necessidade de serem combatidos os problemas ambientais, visando a conservação dos recursos naturais, por meio do uso sustentável, através da adoção de medidas que garantam o desenvolvimento econômico e ao mesmo tempo a sadia qualidade e vida, sem que impactem negativamente na natureza, permitindo seu usufruto para as gerações futuras, foi criado o Dia Mundial do Meio Ambiente pela Organização das Nações Unidas (ONU), em uma Conferência realizada no ano de 1972, em Estocolmo, capital da Suécia.

Em 2021, o tema desta data tão importante é a Restauração de Ecossistemas, quando haverá o lançamento da Década das Nações Unidas da Restauração de Ecossistemas, e terá o Paquistão como anfitrião global da data. A iniciativa tem como objetivo reunir cidadãos, governos e empresas para prevenir, deter e reverter a devastação dos espaços naturais.

As ações da população para a restauração podem assumir muitas formas, como por exemplo, o consumo sustentável. Quanto maior for o engajamento para promover o consumo consciente, melhores serão os resultados para os ecossistemas em um horizonte de longo prazo.

Um exemplo de consumo consciente e sustentável é a utilização de produtos que tenham origem legal, com baixo impacto à natureza, e que garantam sua perenidade, com isso beneficiando de forma permanente as populações que vivem na região onde o recurso natural se encontra conservado.

Atualmente existem inúmeras formas bastante conhecidas para repensar atitudes e mudar os hábitos de consumo para opções mais amigáveis ao meio ambiente, seja na alimentação, no uso de produtos de limpeza e cosméticos, evitando desperdícios, economizando água, entre outros.

O Manejo Florestal Sustentável garante a originação sustentável da madeira levando esses bons hábitos para as diversas utilidades relacionadas ao seu uso, seja na construção civil, designer de interiores, pisos com alto acabamento, fabricação de móveis, ferramentas, instrumentos musicais, e muitos outros artefatos e utensílios de madeira, presentes no dia a dia de toda a população, ao redor de todo o mundo.

Sim, com o manejo é possível assegurar a conservação do meio ambiente e de toda a sua biodiversidade, pois esta é uma atividade de impacto reduzido, que retira somente o que a floresta pode ofertar, por meio da colheita das árvores maduras.

Em consequência disso, todas as árvores jovens, ainda em fase de crescimento terão mais espaço, melhor incidência de luz e maior disponibilidade de água e nutrientes para se desenvolverem e, quando completado o seu ciclo vegetativo serão aproveitadas comercialmente, através de novo ciclo de corte.

Isso sem falar que uma área manejada permanece intocada e passível de monitoramento por pelo menos 25 anos. Desse modo, a fauna e a flora têm sua perenidade assegurada.

Além disso, o manejo florestal também contribui para o sequestro e estoque de carbono atmosférico (CO2), auxiliando na redução dos impactos do efeito estufa. Isso acontece porque durante o crescimento das árvores, o CO2 é absorvido por meio da fotossíntese. E todo esse CO2 absorvido ficará imobilizado na madeira. Caso essa madeira seja utilizada na forma de algum produto, esse carbono ficará estocado por tempo indeterminado, impedido de retornar para a atmosfera, garantindo a redução de emissão de gases de efeito estufa e sequestrando carbono.

Ao consumir produtos madeireiros, com origem em planos de manejo florestal você está ajudando a conservar o meio ambiente!

Repense seus hábitos, pesquise a origem dos produtos que você consome. E ao adquirir produtos de madeira nativa, exija a documentação que comprove sua legalidade, como a Guia Florestal e o DOF.

É nativa, é legal, é madeira de Mato Grosso!